Sabe que 65% das empresas perderam o acesso aos dados devido a um ataque de Ransomware?

Sabe que 65% das empresas perderam o acesso aos dados devido a um ataque de Ransomware?

Diariamente as empresas a nível mundial sofrem diversos tipos de ataques, contudo, de acordo com um estudo realizado pela Kaspersky, em 2017 o Ransomware foi um dos vírus mais prevalentes.

Embora o aparecimento de novas famílias deste malware tenham diminuído de 62 em 2016 para 38 em 2018, ainda são várias as formas como o mesmo, pode afetar uma empresa.

2017 foi um ano de ataques informáticos avançados

A verdade é que o Ransomware é uma das ameaças com maior prevalência a nível mundial, sendo que mais de 26% dos mesmos são destinados a empresas (independentemente do seu tamanho).

2017 foi um dos anos cujos ataques através de Ransomware foram mais falados, especialmente devido ao WannaCry (em maio), ao ExPetr (em junho) e ao BadRabbit (em outubro). Estes 3 ataques foram realizados através de exploits desenvolvidos para comprometer redes corporativas.

Este tipo de ataque demonstra que há cada vez mais, um interesse crescente por parte dos hackers em empresas, sendo que, a tendência que começou em 2016, teve um crescimento exponencial no ano transato e não tem demonstrado sinais de abrandar.

Isto acontece, pois, as empresas são muito vulneráveis e muitas vezes podem ser obrigadas a pagar um valor que é muito mais alto que as vítimas domésticas (que em 2017 foram menos 1,5 milhões que em 2016), e na grande maioria dos casos o valor pedido é pago pelas empresas de forma a não só manterem os seus negócios operacionais, como também para não verem o seu modelo de negócio divulgado à concorrência.

A diminuição dos ataques a particulares diminuiu em grande parte, devido ao sistema de deteção de malwares. Por exemplo, as ferramentas de transferência normalmente associadas ao cryptomalware são agora detetadas mais facilmente graças a tecnologias heurísticas, separando-os dos números registados relativos a Ransomware e recolhidos através de telemetria.

É ainda importante frisar que aproximadamente 65% das empresas afetadas por Ransomware em 2017 perdeu o acesso a uma parte importante ou à totalidade dos seus dados, e uma em cada seis das que reconheceram ter pago o resgate solicitado pelos hackers, nunca recuperaram os seus dados. Estes números são consistentes com os referentes a 2016.

Como se proteger de ataques de Ransomware?

Pois bem, como explicamos anteriormente, não existe nenhuma previsão de diminuição dos ataques através de Ransomware, sendo por isso muito importante que a sua empresa se proteja, de forma a não problemas de futuro.

Alguns dos conselhos que lhe podemos dar são:

  • Tenha backups regulares dos dados do seu negócio;
  • Tenha cuidado com emails de phishing;
  • Tenha cuidado com os Links que abre;
  • Analise sempre a extensão dos arquivos e não abra aqueles que possam ser potencialmente perigosos;
  • Tenha o sistema operativo atualizado;
  • Utilize um bom antivírus e um antimalware;

Se precisar de apoio na segurança informática da sua empresa, não hesite em contactar-nos pois estamos à sua inteira disposição para qualquer esclarecimento ou apoio nesse sentido.