Como funciona a proteção dos antivírus?

Como funciona a proteção dos antivírus?

Todos nós sabemos que a proteção dos antivírus é essencial para que um único computador ou todo um parque informático se mantenha (minimamente) protegido de ataques informáticos (como é o caso dos Ransomware ou Phishing).

Contudo, a verdade é que a grande maioria das pessoas não faz a mínima ideia de como é que os antivírus funcionam. Pois bem, hoje iremos explicar-lhe tudo o que precisa saber

Proteção dos antivírus – Perceba como tudo funciona

A verdade é que é completamente impossível contabilizar quantos tipos de vírus distintos existem atualmente, contudo, os mesmos podem ser responsáveis por guardar dados importantes (como dados bancários e operações financeiras), roubar senhas, apagar dados da memória do seu computador, copiar a agenda e os contactos do email, e muitos fazem ainda a transferência de informações que você já nem se lembra que existem.

Estes tipos de crimes podem ser cometidos com a sua ajuda (mesmo que de forma involuntária) e você não tem a menor ideia do que está a acontecer bem em frente do eu nariz – mas pode proteger-se.

No meio dessa verdadeira guerra cibernética, deixar o computador sem um antivírus é o equivalente a um suicídio digital. Desta forma, a proteção dos antivírus é essencial, e não deve nunca ser descurada.

Tenha em mente que praticamente todas vezes que mexe no computador e todas as intervenções que são passíveis de permitirem a contaminação do mesmo de forma direta ou indireta.

Entrar em site, abrir fotografias online, gerir emails, fazer download de arquivos (de sites ou no próprio email) ou simplesmente navegar na internet, pode trazer vírus ao seu computador.

Mas como é que os antivírus trabalham?

Pois bem, cada vez mais as empresas de desenvolvimento de software analisam e estudam os vírus que vão sendo criados, de modo a conseguirem combate-los de forma eficiente.

Ao estudar estes vírus as empresas criam formas de defesa para que seu computador possa bloquear a entrada ou eliminar ameaças encontradas, antes que as mesmas prejudiquem a máquina e a tornem parte do botnet (nome dado a todos os computadores que se encontram afetados por qualquer tipo de vírus).

A proteção dos antivírus é também é capaz de reconhecer um arquivo mal intencionado quando algum programa tenta modificar alguma das configurações que tem predefinidas.

Apesar de todos os cuidados, é possível que algum malware ou spyware recém-criado passe despercebido e é para isso que servem os scans do sistema, também chamada de análise heurística. Elas descobrem o invasor ainda que ele esteja agindo silenciosamente, e bloqueiam as suas tentativas de ataque.

O antivírus também pode usar um sistema de análise chamado sandbox, no qual ele faz a simulação de um ambiente, analisando o comportamento de arquivos executáveis e disparando um alerta quando o mesmo não corresponde ao padrão que deveria.

Quando um arquivo suspeito não chega a ser identificado como vírus, ele é movido para a quarentena, até que o mesmo seja classificado como vírus fazendo com que seja eliminado do computador.

Agora que já sabe como a proteção dos vírus funciona, não descure de ter um antivírus atualizado em todo o seu parque informático, de forma a evitar problemas de maior.