Cibercrime – Perceba como funciona

Cibercrime – Perceba como funciona

Cada vez mais a tecnologia está presente nas nossas vidas, contudo, apesar de todas as vantagens que a mesma tem, existem algumas desvantagens que podem causar problemas desastrosos. Um desses casos é o cibercrime.

É importante ter em mente que os seus dados pessoais estão cada vez mais acessíveis (embora tenha havido a alteração na lei da proteção de dados) e uma das maiores fontes de acessibilidade são as redes sociais e o email.

A cada dia são lançadas novas apps, e a grande parte destas aplicações auxiliam a nossa vida, desde ações como fazer compras e reservas, a transações financeiras a qualquer hora e em lugar, além de facilitarem e muito na comunicação.

Porem a grande confiança que as pessoas depositam nas redes sociais, muitas vezes acaba por oferecer inúmeras oportunidades para o crime organizado online.

O que é o cibercrime e como se prevenir?

É importante ter em mente que cibercrime é o nome dado aos crimes realizados através de um computador, e que envolvem qualquer atividade ou prática ilícita na rede. As ações do universo crime virtual são muitas e são motivadas por inúmeras razões entre elas situações financeiras, culturais e técnicas.

É importante ter em conta que esta prática é muito mais comum do que muitos imaginam, e entre os principais crimes cibernéticos estão: Pornografia Infantil, Lavagem de dinheiro, Roubo de identidade e Ciberterrorismo.

O cibercrime pode ocorrer de duas formas distintas:

  • Através de ataques diretos
  • Ataques realizados a partir das redes sociais.

Uma vez que este tipo de ataques são cada vez mais comuns, é de extrema importância que tenha alguns cuidados redobrados quando navega na internet, principalmente se estiver a aceder através do computador da sua empresa.

Deste modo, alguns dos cuidados que pode ter para prevenir um ataque virtual são:

  • Ter cuidado ao navegar na internet;
  • Não abrir emails suspeitos que possam conter anexos maliciosos, e que são enviados por remetentes desconhecidos;
  • Cuidado com links e imagens com ofertas muito especiais e duvidosas;
  • Mantenha o antivírus e a firewall sempre atualizados;
  • Dê formação aos seus colaboradores (pois a prevenção é a melhor forma de se proteger);
  • Controle os acessos de dados;
  • Reforce o sistema de endpoints;
  • Implemente aplicações de segurança em dispositivos móveis;
  • Use sistemas wifi com tecnologia de prevenção de intrusos;
  • Tenha um sistema de backup frequente;

Frisamos que nos últimos anos os cibercrimes com recurso a vírus e malwares aumentaram mais de 50% e são muitas as empresas que estão expostas a estes infortúnios sem sequer saberem.

Contrariamente ao que as empresas pensam, as PME acabam por ser os alvos mais cobiçados pelos criminosos online, uma vez que as suas barreiras de segurança são sempres mais frágeis que a das grandes empresas.

Agra que já sabe o que é o cibercrime e porque é que o mesmo é cada vez mais uma preocupação das empresas, verifique se o seu sistema de segurança está realmente a fazer o seu trabalho ou se pelo contrário é importante que faça um upgrade ao mesmo.