Ameaças digitais – Será que está preparado para as mesmas?

Ameaças digitais – Será que está preparado para as mesmas?

Sempre que abre o navegador de um site, seja através do computador ou do smartphone está aberto a um novo mundo de possibilidades, assim como à aprendizagem de um sem número de questões. Contudo, existe uma parte negativa: as ameaças digitais.

No outro lado da moeda, encontram-se os vírus, a espionagem, as ameaças tecnológicas, o risco de ver os seus dados roubados e utilizados de forma abusiva por quem não tem o direito de o fazer.

Cada vez mais existem online ficheiro maliciosos que podem alojar-se no seu computador, mas também no seu dispositivo móvel.

Assim sendo, será que está realmente preparado para as ameaças digitais? Veja de seguida as nossas dicas.

Ameaças digitais – Está realmente preparado?

A melhor forma de o seu computador contrair um vírus, é estar conectando à internet ou através de download de arquivos, que por sua vez podem esconder um software malicioso.

Dependendo do tipo de vírus, existem diversos objetivos podendo os mesmos variar entre destruir algo que funcione no seu computador, causar desconforto, “brincar” com as funcionalidades básicas do computador ou roubar informações (que podem ser mais tarde utilizadas para chantagem, constrangimento ou roubo).

Tenha em conta que existe uma gama infinita de tipos de vírus digitais, entre eles os mais conhecidos são:

  • Stealth – Trata-se de um vírus difícil de ser encontrado e excluído pelos antivírus, pois uma vez instalado o mesmo esconde-se enquanto rouba informações.
  • Script – É um tipo de vírus comum que na maior parte das vezes é instalado por si, sem saber, o mesmo ataca quando navega em páginas de sites ou trabalha em alguns arquivos específicos.
  • Trojan – Trata-se de um arquivo de vírus comum, e serve para se esconder um intruso, por norma um hacker, que quer invadir o seu computador.
  • Backdoor – Tipo de vírus que tem como principal objetivo, deixar uma porta aberta para a invasão do computador.
  • Malware – É a definição padrão de vários vírus, e significa software maligno, com o objetivo de destruir o computador (ou pelo menos uma parte do mesmo).
  • Phishing – Através de mensagens falsas, tem como objetivo guardar informações do consumidor, como número do cartão de crédito e da conta bancária.

Estes são os tipos de ameaças digitais mais conhecidas, e por isso aquelas com as quais se deve preocupar mais. Contudo, ter um bom antivírus poderá proteger o seu computador da grande maioria destes ataques.

Além dos antivírus tenha uma proteção extra de firewall e faça scans frequentes ao seu computador para garantir que não está nada instalado.

Outra maneira para minimizar a ação de vírus no computador é não fazer download de arquivos de sites desconhecidos, não clicar em links que chegam por email e cujo remetente não conheça ou não pareça ser verídico, e não entrar em sites cujo conteúdo seja propício à propagação de vírus.

Lembre-se sempre que cada um desses programas tende a ser muito perigoso pois deixa em risco a sua segurança e as suas informações pessoais.

Agora que já sabe quais as principais ameaças digitais e como se precaver, está na hora de analisar o seu computador e verificar se está ou não tudo a funcionar corretamente.